Ignorar Comandos do Friso
Saltar para o conteúdo principal

Iniciação Rápida

VOLTAR

O sub-finaciamento crónico do Serviço Nacional de Saúde impede resolução definitiva dos constrangimentos financeiros e das dívidas dos hospitais públicos

Apesar das várias tentativas de resolução, as dívidas hospitalares às empresas farmacêuticas não interromperam a tendência de crescimento que as tem caracterizado.

Este aumento imparável indica que os hospitais do Serviço Nacional de Saúde (SNS) continuam a não ter capacidade de responder atempadamente aos seus compromissos financeiros.

O prazo médio de pagamento da dívida, pelos hospitais do SNS, é, normalmente, superior a 400 dias, o que significa que as empresas suportam integralmente o custo de medicamentos e produtos de Saúde consumidos há mais de um ano.
PESQUISA RÁPIDA
 

 

 
AGENDA
ASSOCIAÇÕES DE DOENTES
DÍVIDAS HOSPITALARES
INDICADORES
LISTA DE ASSOCIADOS
NOTÍCIAS
PROGRAMA DE ESTÁGIOS NA INDÚSTRIA FARMACÊUTICA
PEDIDO DE INSCRIÇÃO NA APIFARMA
CONTACTOS     |      LINKS ÚTEIS     |      FAQ'S     |      POLÍTICA DE PRIVACIDADE     |      MAPA DO SITE