Ignorar Comandos do Friso
Saltar para o conteúdo principal
As Vacinas

Uma vacina é uma substância derivada, ou quimicamente semelhante, a um agente infeccioso causador de doença.

Independentemente da sua natureza, estas substâncias são apresentadas às células do sistema imunitário, que aprende a reconhecê-las e a combatê-las durante a infecção.

 

Tipos de Vacinas

Consideram-se em geral três grandes tipos de vacinas:
 
 
Vacinas vivas atenuadas
 
Contêm estirpes modificadas de um agente patogénico (bactéria ou vírus), que foram enfraquecidas por meio de passagens por um hospedeiro não natural, ou por um meio que lhe seja desfavorável. Estas estirpes mantém a capacidade de se multiplicar dentro do hospedeiro e continuar a ser suficientemente antigénicas para induzir uma forte resposta imunitária.
  • Exemplo: a vacina contra a varicela-zoster, a vacina oral contra o vírus da poliomielite (VAP) e a vacina contra o vírus da febre amarela.
As vacinas heterólogas são um subgrupo de vacinas vivas atenuadas que é produzido a partir de estirpes que são patogénicas em animais, mas não em pessoas. O único exemplo até à data é o vírus da varíola das vacas que protege contra o vírus da varíola humana.
 
 
Vacinas mortas/inactivadas
 
O agente bacteriano ou viral é morto ou inactivado através de tratamento químico (ex: formaldeído) ou por calor.
  • Exemplo: a vacina inactivada contra o vírus da poliomielite (VIP), a vacina contra a pertussis (Pw), a vacina contra a raiva ou a vacina contra o vírus da hepatite A.
 
Vacinas sub-unitárias
 
Contêm fracções ou sub-unidades do agente infeccioso (bacteriano ou viral) seleccionado devido à sua capacidade de iniciar uma resposta imunitária específica.
  • Exemplo: a vacina contra o Haemophilus influenza do serotipo b ou a vacina acelular contra a pertussis.
As Toxóides são um importante grupo de vacinas sub-unitárias, como a toxóide da difteria, que contêm uma toxina bacteriana quimicamente modificada, que mantém as suas propriedades imunogénicas, estimulando a formação de anticorpos.

 

 

Mais informações:

Na actividade da APIFARMA, a área das vacinas, pela sua especificidade, é tratada no âmbito da Comissão Especializada de Vacinas

PESQUISA RÁPIDA
 

 

 
AGENDA
ASSOCIAÇÕES DE DOENTES
DÍVIDAS HOSPITALARES
INDICADORES
LISTA DE ASSOCIADOS
NOTÍCIAS
PROGRAMA DE ESTÁGIOS NA INDÚSTRIA FARMACÊUTICA
PEDIDO DE INSCRIÇÃO NA APIFARMA
CONTACTOS     |      LINKS ÚTEIS     |      FAQ'S     |      POLÍTICA DE PRIVACIDADE     |      MAPA DO SITE