Ignorar Comandos do Friso
Saltar para o conteúdo principal
VOLTAR 24-04-2017

SEMANA MUNDIAL DA IMUNIZAÇÃO – 24 A 30 DE ABRIL
A vacinação é uma das formas de prevenção mais segura e eficaz de evitar doenças e mortes causadas por agentes infeciosos.
 
A APIFARMA – Associação Portuguesa da Indústria Farmacêutica saúda e apoia a Semana Mundial da Imunização, promovida pela Organização Mundial de Saúde (OMS) de 24 a 30 de Abril.
 
O objectivo desta iniciativa é contribuir para a percepção geral do valor das vacinas e do papel preponderante da vacinação, no que se refere à prevenção de doenças infecciosas e na protecção da vida em todos os grupos etários, mas com particular relevância em idade pediátrica.
 
De acordo com a OMS, as vacinas evitaram pelo menos 10 milhões de mortes entre 2010 e 2015, o que se traduz em importantes ganhos em termos de saúde pública, como foi o caso da erradicação da poliomielite em muitas partes do mundo e da varíola em todo o globo. Por outro lado, as vacinas permitiram proteger a população contra uma variedade de doenças, para as quais não existia nenhuma forma de prevenção anterior.
 
A OMS considera as vacinas “uma das maiores histórias de sucesso da medicina moderna”. Para além de salvar vidas, os projectos de vacinação sustentada e em grande escala, como é o caso do Programa Nacional de Vacinação (PNV), em Portugal, são um dos investimentos menos dispendiosos e uma das intervenções mais custo-efectivas na área da Saúde Pública; permitem aliviar pressão no sistema e no orçamento da Saúde, o que, por sua vez, possibilita a alocação de recursos para outras áreas do Sistema de Saúde, assim como para o investimento em inovação médica.
 
Um dos principais focos da indústria farmacêutica é o desenvolvimento de uma nova geração de vacinas. Como resultado do contínuo investimento em Investigação & Desenvolvimento (I&D), existe grande expectativa na descoberta de novas vacinas contra os agentes responsáveis por doenças de grande impacto na sociedade, como a SIDA/VIH, Alzheimer e vários tipos de cancro.
 
O elevado investimento europeu em I&D de vacinas inovadoras, continua a fazer da Europa o maior produtor de vacinas. Cerca de 80% das doses de vacinas produzidas anualmente provêm do continente europeu.
João Almeida Lopes considera “a diminuição dos níveis de cobertura de vacinação em toda a União Europeia um facto alarmante que abre portas ao ressurgimento de doenças evitáveis”. Para o presidente da APIFARMA “a Europa tem a responsabilidade de assegurar a protecção dos seus cidadãos através de uma resposta conjunta a este desafio.”
 
A APIFARMA através da sua Comissão Especializada de Vacinas, criada em 2005, pretende contribuir para a notoriedade das vacinas para a Saúde Pública, nomeadamente a importância da imunização e benefícios das vacinas disponíveis no mercado.
 
PESQUISA RÁPIDA
 

 

 
AGENDA
ASSOCIAÇÕES DE DOENTES
DÍVIDAS HOSPITALARES
INDICADORES
LISTA DE ASSOCIADOS
NOTÍCIAS
PROGRAMA DE ESTÁGIOS NA INDÚSTRIA FARMACÊUTICA
PEDIDO DE INSCRIÇÃO NA APIFARMA
CONTACTOS     |      LINKS ÚTEIS     |      FAQ'S     |      POLÍTICA DE PRIVACIDADE     |      MAPA DO SITE